terça-feira, 10 de setembro de 2013

E SE CRISTO NÃO VOLTAR ANTES DA GRANDE TRIBULAÇÃO, COMO LHE ENSINARAM?



por Ronaldo Alves

“Tardando o esposo, tosquenejaram todas e adormeceram. E à meia-noite, houve um clamor: Aí vem o esposo, ide-lhe ao encontro. Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas.” Mateus 25: 5

A volta de Cristo será marcada por uma apostasia como nunca a igreja testemunhou desde sua fundação, nos tempos apostólicos.

Nesta passagem das 10 virgens, podemos entender que a volta de Cristo, tão esperada pela igreja, não acontece como criam, na expectativa de sua esperança, adormeceram, desanimaram.

Os teólogos ensinam que a volta de Cristo acontecerá antes da Grande Tribulação. Mas se este arrebatamento não for a volta de Cristo? E sim uma forma de fazer a igreja perder a esperança, pensando que foi deixada para trás? Ela não sendo arrebatada estaria na Grande Tribulação. Outra pergunta se faz! Esta igreja está preparada para ser perseguida?

"Digo-vos que bem depressa lhes fará justiça. Contudo quando vier o Filho do homem, achará, porventura, fé na terra?" Lucas 18: 8 

Muitos anseiam à volta do Senhor! Mas será que a igreja está preparada para este acontecimento? Se esta pergunta for feita muitos dirão que sim, mas se na realidade não estiverem? No versículo acima citado observe para o termo Tardando o esposo, tosquenejaram todas adormeceram”. Atente para este versículo que diz que a igreja na sua totalidade esfriará, talvez pela probabilidade do arrebatamento não acontecido antes da Grande Tribulação, - acontecimento este que grande parte da igreja evangélica acredita - deixando-a adormecida, entristecida, pois tinha sido ensinada que seria desta maneira. Mas havia um grupo triste, mas que não se contaminara com o mundo, quando o noivo chegou.

"Pois assim como o joio é ajuntado e queimado no fogo, assim será no fim do mundo". Mateus 13: 40

Vamos conjecturar!

Para que esta igreja fiel (trigo) fosse separada da igreja infiel (joio), havia a necessidade de uma purificação, uma separação. Era necessário o atraso do noivo, para que a igreja fosse colocada à prova, vivendo anos obscuros. Não teria mais liberdade de culto, de expressar seu culto a Deus, vivendo escondida, sendo alguns imolados na perseguição da besta.

"Foram dadas à mulher as duas asas da grande águia, a fim de voar para o deserto, ao seu lugar, onde é alimentada um tempo, dois tempos e a metade de um tempo, fora da presença da serpente. A serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para fazer que ela fosse arrebatada pela corrente. Mas a terra ajudou à mulher; abriu a terra a sua boca e enguliu o rio que o dragão tinha vomitado da sua boca. O dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra ao restante dos filhos dela, que guardam os mandamentos de Deus e mantêm o testemunho de Jesus"; Apocalipse 12: 14 - 17

O Novo Testamento nos adverte a estarmos preparado para tal acontecimento. Há várias passagens advertindo a uma perseverança, paciência, cautela quanto aquele dia.

“Todavia quem ‘perseverar até o fim’, esse será salvo.” Mateus 24: 13

“Quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, nós vos rogamos, irmãos, que não vos movais facilmente do vosso modo de pensar, nem tão pouco vos perturbeis, nem por espírito, nem por palavra, nem por epístola como enviada de nós, como se o dia do Senhor estivesse já perto. Ninguém de modo algum vos engane; porque o dia não chegará sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição,” II Tessalonicenses 2: 1 - 3

O que está configurado na atual igreja moderna é um quadro de apostasia sem precedentes. Muitos estão vivendo uma religiosidade como se Cristo não fosse voltar. A minoria contempla esta possibilidade. É um assunto que não está no seu cotidiano, esta profecia foi excluída dos púlpitos, poucas igrejas pregam sobre a volta de Cristo. Vivem suas vidas sem a perspectiva de morar no céu.

“Desde que ouvimos a vossa fé em Cristo Jesus e o amor que tendes a todos os santos, por causa da esperança que vos está guardada nos céus, a qual antes ouvistes pela palavra da verdade do Evangelho, se é que permaneceis na fé, fundados e firmes e não vos deixando apartar da esperança do Evangelho que ouvistes, e que foi pregado a toda a criatura debaixo do céu, e do qual eu Paulo fui feito ministro”. Colossenses 1: 5, 23

"Tendo esperança em Deus, como também eles esperam, de que há de haver uma ressurreição tanto dos justos como dos injustos." Atos 24: 15

Observe no texto abaixo que os anjos do Senhor, recolherão os escolhidos nos céus, nos ares, e não na Terra. Aqui está configurado o arrebatamento da igreja. Note em que momento do “tempo do fim” acontece este fenômeno.

"Logo depois da tribulação daqueles dias [GRANDE TRIBULAÇÃO] o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do céu e as potestades dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o ‘sinal’ do Filho do homem, e todas as tribos da terra se hão de lamentar, e verão o Filho do homem vir sobre as nuvens do céu com poder e grande glória. Ele enviará os seus anjos com grande trombeta, os quais ajuntarão os escolhidos dos quatro ventosde uma à outra extremidade dos céus." Mateus 24: 30, 31

Maranata!

A Graça e a Paz do Senhor Jesus!


Fonte: http://osremidosnosenhor.blogspot.com.br

Um comentário:

  1. Este seu estudo está totalmente errado. A Bíblia diz que "Porque guardaste a minha palavra, também eu te guardarei da hora de provação que virá ao mundo.". Logo, a tribulação será apenas para quem não aceitou Jesus. A igreja será arrebatada antes. Somos a geração do arrebatamenro.

    ResponderExcluir

SEU COMENTÁRIO É MUITO BEM VINDO